Categorias
Blog do Enio

Sem chuva, com chuva

Ontem falei do clima, da chuva e dos treinos. Esqueci, porém, que hoje, quinta-feira, 23 de março, é aniversário de Florianópolis. Ou seja, meu tempo para correr não era tão contado. A chuva ficou em modo intermitente desde o começo da noite de quarta. Imaginei que pudesse ter que treinar com chuva. Quando acordei, apesar das ruas molhadas, estava nublado, com sol quase nascendo. Como eu gosto mesmo é de correr logo quando acordo, fui para a Beira Mar.

Era um treino intervalado. Foi um dos melhores que fiz nos últimos tempos. A temperatura está ficando boa novamente e no treino de hoje peguei um clima nublado no começo, na metade do treino começou uma chuva leve que ficou mais forte, mas em seguida parou. Pelo menos a parte forte não foi temporal, foi mais intensa, digamos. Aquela típica chuva para molhar bastante e não dar tempo de secar até chegar em casa.

Quando terminei o treino, o sol já estava querendo sair novamente e agora está no céu, bem iluminado. O dia tende a ser o que está sendo até agora: nublado, sol, chuva, sol, chuva, nublado e assim por diante. No entanto, deu tudo certo. Molhou o que tinha que molhar e saiu um treino com ritmo bem legal. Deu quase 1 hora de tempo total e os intervalados foram concluídos com sucesso.

Categorias
Blog do Enio

Condições climáticas

O treino de hoje não aconteceu. As condições climáticas prejudicaram a sequência de treinos terça e quinta. Já estava percebendo desde a hora que fui dormir a má intenção do tempo lá fora. Chuva, vento, mais chuva, para, continua.

Acordei de madrugada tendo que fechar a janela do quarto devido à chuva forte. Mesmo assim, mantive os planos de acordar às 5 horas. Se o clima estivesse favorável, faria o treino sem muitos problemas. Não foi bem isso que aconteceu.

O despertador tocou e não estava chovendo. O tempo só estava bem feio e com muito vento. Pensei, repensei e decidi não correr. Se o vento já estava forte lá no alto do prédio, na Beira Mar a tendência era ser pior.

Queria fazer um treino com 5 km em ritmo mais forte, quase um teste de ritmo, mas com vento achei que poderia ter mais um motivo para não fazer tanta força. Iria usar como desculpa, além do fato de realmente o vento contra atrapalhar.

Adiei o treino para amanhã. Talvez as condições climáticas já estejam normalizadas. Talvez estejam piores. Hoje pelo menos não estava chovendo no horário que costumo correr. Logo em seguida, começou a cair a chuva. Vou correr o risco, já que amanhã o treino sai de qualquer jeito. Espero que o clima colabore e que minha preguiça e adiamento não tenham sido em vão.

Categorias
Blog do Enio

Previsão

Tem sido comum que antes de dormir eu sempre dê uma olhada na previsão do tempo, para ter uma ideia do que o dia seguinte pode me reservar. Geralmente, a previsão do aplicativo no celular acerta. Inclusive, ontem, olhei e dizia que hoje, terça, ia chover.

Dito e feito. Quando fui dormir céu limpo, nem sinal de chuva. Acordei e estava lá a anunciada chuva caindo nas ruas e molhando tudo. Por sorte, hoje era meu dia de descanso e não precisei correr na chuva ou deixar de correr por causa dela.

Não sei se o aplicativo tinha essa margem de acerto há mais tempo, mas só comecei a dar mais atenção neste ano, para já me preparar psicologicamente para correr com um clima não tão favorável. Pela previsão atual, tenho que aproveitar bem os próximos três ou quatro dias.

A partir de domingo, só tem imagem de nuvem com chuva. Claro que ainda está muito antes e as coisas mudam, mas parece que teremos uma quantidade significativa de chuva na próxima semana. Tudo indica treinos molhados pela frente. E não é só de suor.

Categorias
Geral

Clima

climaOlá, amigos! Estou aqui novamente após uma prova realizada em Curitiba. Foi a 2ª Etapa do Circuito de Ruas de Curitiba, provas que tem inscrição gratuita e contam com campanhas sociais. Desta vez, a campanha foi referente à doação de sangue. Mas não estamos aqui para falar da prova propriamente, vamos falar do clima.

Na semana passada, fomos surpreendidos por um frio intenso e essa semana quem nos acompanhou por praticamente todo o final de semana foi a chuva. Ela que me fez pensar várias vezes antes de sair de casa para correr a prova citada acima. A cidade de Curitiba, principalmente nesta época do ano, ou melhor, durante o ano todo rsrsrs, proporciona diversas estações do ano em um único dia, nunca temos um meio termo.

Mas nem isso acaba sendo um problema para treinarmos e participarmos de provas nessa cidade com uma condição climática bipolar. Em uma semana, com frio intenso e uma prova de 15 km, em outra, com chuva, temperatura de 12°C e uma prova de 10km. Nisso tudo, existe uma vantagem, pelo menos para este mero aspirante a corredor que lhes escreve. Nas duas provas consegui forçar e segurar um ritmo que em temperaturas mais quentes não conseguiria. Ou seja, meu desempenho foi muito melhor.

E em cima disso questiono a vocês: somente comigo isso acontece? Vocês também sentem que o desempenho melhora? Preferem correr com qual clima? E o inverno ainda nem chegou! Chegando a metade do ano e muito coisa já aconteceu! Boas corridas!

Categorias
Geral

O dia que faz correr

É muito comum termos dias nos quais estamos cansados e sem vontade nenhuma de correr. Ontem era um desses dias. As pernas cansadas, ansiando pelo day off e procurando vontade para correr. Pela disposição, nem sairia de casa. Almoçaria e dormiria. Mas algo me fez mudar de ideia, colocar o tênis e sair do conforto do lar.

Depois de uma terça-feira com um pouco de chuva, tempo nublado e feio, a quarta nos brindou com um dia muito bonito. Desde logo cedo, o sol apareceu, sozinho, sem a companhia do vento. Com o passar da manhã, o dia continuou assim, sem aparentar que iria mudar, bem estável. Já que o dia não mudava, fui mudando meus planos.

Quarta é dia de correr. Não estava muito disposto, mas não é sempre que se tem um dia assim. Reclama de correr com chuva, frio e vento e quando tem sol não sai? Era muita vagabundagem ficar em casa. Cansado sim, com preguiça também, mas com vergonha na cara, lá fui eu. Corri pouco mais de uma hora como previsto, começando devagar e depois aumentando naturalmente o ritmo, até meio sem querer. Nem ficou um treino tão ruim. A partir do 5º km, o ritmo se manteve dentro do normal.

Só saí para correr ontem por causa do dia, do sol, da ausência da chuva e do frio. Tinha um pouco de vento, mas vento sempre vai ter na Beira Mar depois do meio-dia. Não era nenhum vendaval. Foi bem tranquilo. Não fui por causa da Golden Four em novembro, da planilha ou de qualquer outra coisa. Corri, como falei, por causa do dia. Estava muito bonito e agradável para não correr. Se não aproveitar os dias bons quando eles aparecem, como reclamar dos ruins? Nem day off era. Valeu a pena.

Categorias
Geral

A obsessão pela temperatura na Maratona de Boston

boston temperatura tempo
Relação entre tempo de conclusão e temperatura

O site Competitor.com fez um levantamento bem interessante sobre a temperatura no dia da Maratona de Boston e a média do tempo de conclusão da prova. Isso porque uma das coisas mais importantes que passam pela cabeça de quem está inscrito em Boston quando o dia da prova está perto é a condição climática. E este dia está chegando. A edição 2015 da Maratona de Boston acontece na próxima segunda, 20 de abril.

Está obsessão com o clima da prova acontece porque o tempo tem se mostrado imprevisível. Os corredores treinam meses para que estejam preparados para fazer uma boa maratona e podem ver suas esperanças diminuindo assim que alinham para a largada em Hopkinton. A análise que o site fez do tempo médio de conclusão da maratona mostra como a temperatura e condições climáticas podem variar durante a corrida. E essa variação normalmente não é prevista pela previsão do tempo.

Na análise feita da temperatura média e tempo médio de conclusão, percebe-se que a temperatura baixa leva a uma melhor média de tempo enquanto uma temperatura mais alta eleva a média do tempo de conclusão. Nota-se isso nas imagens abaixo que a matéria fez. Convertemos a temperatura de Fahrenheit para Celsius para melhor visualização.

O melhor conselho, diz a matéria, é na parte psicológica. O corredor treinou durante meses e está nas melhores condições possíveis. É uma maratona incrível e o corredor deve apenas tirar isso de sua mente. Outros ao redor podem sofrer ou reclamar das condições ruins, mas não deixar essas opiniões influenciarem é importante para aguentar a temperatura que pode ser adversa e poder aproveitar essa que é uma das maratonas mais incríveis do mundo.

Temperatura em ºC e tempo de conclusão
Busca no Google sobre o tempo em Boston no mês da maratona aumenta bastante
Variação da temperatura entre o início e o fim da maratona
Tabela original com temperatura em ºF e tempo de conclusão

Via Competitor.com