PFC

ASICS Golden Run contou com 6 mil inscritos na etapa do Rio de Janeiro

A ASICS Golden Run aconteceu neste domingo (2) no Rio de Janeiro e contou com 6 mil inscritos, incluindo as duas distâncias, 10km e 21km, que largaram do Aterro do Flamengo e do Leblon respectivamente. Um clima perfeito para correr, uma estrutura completa e o percurso plano da prova permitiram que diversos atletas conquistassem seus recordes pessoais. A arena montada no Aterro do Flamengo completou a festa no pós-prova, com espaço recovery, música, premiação e outras atividades.

Um dos grandes destaques da prova deste ano foram as iniciativas de sustentabilidade, como a parceria com o projeto “Seu Lixo Meu”, que foi responsável pela gestão total dos resíduos do evento e a sacola do kit da prova, produzida com o equivalente a 8,3 copos plásticos de água de 200ml.

Iniciamos essa parceria para a gestão dos resíduos gerados na ASICS Golden Run em São Paulo e teve um ótimo resultado. Acreditamos que é nosso papel enquanto empresa pensar na redução desses impactos. Temos o pilar de sustentabilidade como um dos mais importantes dentro da ASICS, por isso, sempre buscamos incluí-lo nas frentes de ação e projetos”, comenta Alexandre Fiorati, Presidente e CEO da ASICS América Latina.

Para garantir um bom relaxamento no pós-prova a arena ainda contou com um espaço exclusivo ASICS Lume Club para as mulheres inscritas na prova. O ASICS Lume Club é uma plataforma feminina na América Latina que tem como objetivo principal democratizar a corrida ao ampliar e incentivar a presença de mulheres no esporte. Nesse ambiente especial elas tiveram acesso à massagem, café, hidratação especial, máquina de fotos instantâneas, customização de tênis e uma ecobag personalizada.

“Queremos que cada vez mais mulheres estejam praticando esportes e a corrida, em especial. ASICS Lume Club é nossa plataforma feminina que tem esse objetivo de incentivar as mulheres e ela não poderia estar fora da nossa prova proprietária”, comenta Constanza Novillo, Diretora de Marketing da ASICS América Latina.

Ainda para a recuperação no pós-prova, quem correu um tênis da marca pode ter acesso exclusivo às banheiras de gelo para a crioterapia.

Resultados

Os cinco primeiros homens e mulheres que cruzaram a linha de chegada levaram uma premiação em dinheiro, tanto nos 10km quanto nos 21km. Vivian Jeftanui foi a vencedora dos 21km e completou a prova com 1h17’24. Na mesma distância, quem levou o primeiro lugar masculino foi Fábio Jesus Correia que terminou a prova com 1h02’56.

nos 10km, quem cruzou primeiro a linha de chegada foi Ederson Vilela com 30’34“É o segundo ano que eu participo, ano passado também fui campeão. Em São Paulo este ano fiquei em segundo lugar, fui campeão ano passado aqui, então acho que a média está boa. O clima da prova é muito bom, é muito bacana estar aqui com o pessoal reunido e ano que vem vamos estar aqui também, se Deus quiser. Está de parabéns a prova”, comenta o atleta. No feminino, quem ficou com o primeiro lugar foi Laura Morales que terminou a prova com 31’01.

Outro destaque do evento deste ano foi a grande participação de atletas PCDs nas distâncias de 10 e 21km que também receberam premiação categorizada de acordo com as classificações do Comitê Paralímpico Brasileiro.

Outra premiação sempre aguardada por quem faz a Meia Maratona da ASICS Golden Run é a medalha de TOP 100, oferecida aos 100 primeiros homens e mulheres que concluíram a prova. O ator Nicolas Prattes correu os 21km e ficou entre os 100 homens mais rápidos da distância e levou a medalha Top100.

“A organização da ASICS Golden Run é bem complexa, pensamos por meses em cada detalhe para conquistarmos nosso grande objetivo que é ver o sorriso no rosto de cada um que se superou e se emocionou na busca pelos seus objetivos. Estamos muito felizes com o que entregamos neste ano aqui no Rio. Espero que cada um dos corredores tenha tido uma ótima experiência e que todos voltem pra casa felizes e realizados com tudo que vivemos hoje”, completa Felipe Pontual, gerente de Sports Marketing da ASICS na América Latina.

Foto: Guilherme Leporace

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *