Assiduidade matinal

Nas últimas semanas, adotei o período da madrugada/manhã como padrão dos meus treinos. Adaptei-me bem e tem funcionado. Nesses dias todos correndo logo cedo, pude perceber uma coisa que não era tão comum nos outros horários e períodos que já corri este ano. Invariavelmente, vejo sempre as mesmas pessoas na Beira Mar naquele horário antes das 6h. Ou passo por elas na ida ou na volta ou na ida e na volta. Quando comecei, achava estranho ter mais gente tão cedo por lá. Os bêbados tocando violão e os casais dentro de carro até era mais compreensível.

Os dias foram passando e em todo treino estão lá as mesmas pessoas. Correndo à tarde e à noite não consegui perceber essa frequência das mesmas pessoas. Talvez porque nesse horário na metade final do dia não se tenha um momento exato para estar na Beira Mar. Já, de manhã, acredito que seja a primeira coisa que a maioria ali está fazendo. Logo, é acordar e sair de casa. E o despertador, seja eletrônico ou biológico, toca sempre no mesmo horário. Comigo, é e era assim. À tarde, tinha um horário, mas sempre variava. De manhã, não. Acordo e saio sem muita variação da hora porque senão atrasa todo o resto do dia.

Outra observação é que as pessoas que sempre estão lá são senhores e senhoras de mais idade. Se tivesse que chutar, diria que mais de 60 anos. Tem apenas um mais jovem que corre duas vezes por semana de manhã, pelo que percebi. O pessoal mais experiente vai todo dia. Pelo menos, de segunda a quinta, que é quando eu vou, eles estão lá. O senhorzinho da canela fina, o outro que corre esbaforido com uma fita cardíaca apitando, a mulher que parece que fala sozinha, um senhor que sempre cumprimento e é muito simpático e um casal que vejo duas vezes na semana.

É interessante que as pessoas não mudam. Nos mesmos horários. Até um casal que parece que desce do ponto e vai a pé ao trabalho. O que muda é o ponto onde encontro e passo por elas. Às vezes me atraso, outras me adianto. Não tinha percebido isso em outros períodos do dia. Parece aquele pessoal que pega sempre o mesmo ônibus e acaba virando conhecido, do tipo de saber que a outra pessoa está sempre ali. Tento, na medida do possível, cumprimentar todos com um BOM DIA. No meio dos intervalado, às vezes não dá.

O que aconteceu agora com o horário de verão e com as chuvas é que estou vendo menos essas pessoas. Talvez esse pessoal saia de casa quanto está clareando. E me parece claro e molhado que nos dias de chuva eles não se aventuram na Beira Mar. Só eu fico por lá. Quando amanhecia cedo, era certo encontrá-los. Atualmente, tem variado bastante. De qualquer forma, é muito legal todos lá, praticando algum tipo de atividade física. O pessoal é mais assíduo pela manhã. Cientificamente comprovado pelo DataEnio.

2 thoughts on “Assiduidade matinal

  1. As 18:50hs que é o horário que me sobra e tento cumprir rigorosamente de segunda a sexta nesta mesma beira mar, tem sempre o mesmo pessoal, porém tb tem um rotativo muito grande, mas digamos que umas 20 pessoas tem a mesma frequência minha na BM SJ.

    1. Acredito que logo cedo e mais tarde, tipo esse horário, depois do expediente, a tendência é ter as mesmas pessoas.
      Legal saber que ali pelas 19h é assim também. Nesse horário, corro bem pouco, e o DataEnio não é tão preciso.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.