Blog do Mauricio – Ar livre

Olá, amigos! Desde janeiro, optei por deixar de lado os treinos na academia de musculação. Sempre frequentei academias, mas não aguentei mais aqueles treinos metódicos e repetitivos e também o fato de ficar trancado em um ambiente fechado. Só que não queria ficar sem um treinamento específico para fortalecimento, visto que acho essencial esse complemento para a prática da corrida.

A assessoria que me prescreve os treinos dispõe deste serviço no local que atende, no Parque Barigui em Curitiba. Lá tem programa de treinamento funcional, que acontece todos os dias em diversos horários, no formato de aula. Todo dia é composto por um treino diferente, com valências físicas que mudam de um dia para outro. Além do programa de kettlebell training, que trata-se de uma modalidade do treinamento funcional e acontece em dias fixos proporcionando uma rotina de treinamento, desenvolvendo o corpo como um todo, visando ao ganho de força, resistência e potência muscular.

E após quase três meses praticando o exercício em ambiente livre digo a vocês que foi a melhor escolha já feita desde que comecei a correr. Não sinto falta alguma da academia. Atente que tive que alterar, e muito, os meus horários. Nos dias que vou ao parque, chego lá por volta de 6h. Mas isso não é um empecilho, visto o treinamento proposto bem como as imagens que acabamos presenciando, conforme vocês podem ver nas fotos do post. Portanto, aquele problema que escrevi a você anteriormente sobre acordar cedo foi solucionado. Treinar ao ar livre para complementar a corrida tem sido uma experiência excelente, que não pretendo abandonar tão cedo.

Qual a sua opção de treinamento para complementar a corrida? Compartilhe conosco suas experiências! Boas corridas!

4 thoughts on “Blog do Mauricio – Ar livre

  1. Olá Maurício,

    Desde quando comecei a correr, meados de 2013, a musculação e a pratica do Wushu Sandá (Boxe Chinês) sempre esteve comigo, hoje com a DNA (Data de Nascimento Avançada kkkk) conciliar as três modalidades e trabalhar torna-se mais complicado. Quando a preguiça não bate, pratico o boxe tradicional, uma ou duas vezes na semana, além da musculação, cinco vezes na semana e a corrida, de três a quatro vezes na semana.

    1. Olá Rodrigo,
      Antes de começar a correr eu praticava boxe, fiz durante 7 anos.
      É verdade conciliar as modalidades é complicado e exige força de vontade e dedicação.
      Mas o que importa é não ficar parado!

      Abraço e boas corridas

  2. Cara, acho um pé no saco academia. Mas, qdo deixo de fazer, na outra semana meu joelho já acusa…complicado.
    Abraços…

    1. Olá João,

      Realmente também não me adapto a academia, mas o fortalecimento é essencial para a boa pratica da corrida.
      Lembro em 2014 ano da minha primeira maratona. Fiz um trabalho fantástico, conciliando os treinos de corrida com a musculação. Neste momento vi o tão importante de conciliar as atividades.
      Felizmente minha assessoria presta esse serviço ao ar livre, sendo que um dos lemas usados por eles é “Livre-se das máquinas” e realmente o treino em ambiente aberto é bem mais proveitoso.

      Abraço e boas corridas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.