Categorias
Notícias

STRAVA lança desafio mundial “SOLIdariedade”

Em tempos de isolamento social os praticantes de atividade física estão usando a criatividade para se movimentar dentro de casa. Para contribuir com a população e incentivar todos a seguirem as recomendações médicas, o Strava lançou o desafio SOLIdariedade (SOLOdarity, em inglês). De 11 de abril a 10 de maio, a iniciativa propõe que os usuários se exercitem durante 20 minutos diariamente, contabilizando um total de dez horas. Aqueles que completarem todas as atividades, receberão uma medalha digital de finalização em sua Coleção de Troféus.

Clique no link e entre para o desafio: https://www.strava.com/challenges/solodarity

Diferentes modalidades poderão ser contabilizadas para o “SOLIdariedade” e, além disso, as atividades visíveis para “Todos”, “Somente você” ou “Seguidores” se qualificam para este desafio. Entre as opções para não ficar parado estão corrida, crossfit, elíptico, ioga, simulador de escada, treinamento com peso, treinamento funcional e caminhada, por exemplo. 

Além do desafio “SOLIdariedade”, o Strava também lançou na última semana a campanha local “Em Casa”, que tem o objetivo de manter os brasileiros ativos e dentro de casa. A ideia é que os usuários adotem uma nova rotina diária de atividade física para manter não só o corpo, mas também a mente saudável. O desafio propõe a realização de exercícios dentro de casa quatro vezes por semana ao longo de quatro semanas. 

Ao todo, são oito tipos de atividades consideradas para o desafio: corrida virtual, pedalada virtual, crossfit, yoga, remo, simulador de escada, treinamento com peso e treino funcional. Para concluir o desafio, é preciso que o usuário faça uma atividade diariamente por pelo menos 15 minutos. O “Em Casa” será válido até o dia 3 de maio e quem completar receberá um badge digital exclusivo da designer Laila Rodrigues. No Strava Brasil Club, os atletas ainda poderão encontrar dicas de especialistas do Strava Team Brazil, além de poder compartilhar suas atividades com a comunidade.

Categorias
Notícias

Strava lança desafio “Em casa” para manter as pessoas ativas em tempos de distanciamento social

No contexto de isolamento social que estamos vivendo, o Strava lança o desafio “Em casa”, para manter as pessoas ativas sem sair de seus lares, preservando a saúde individual e coletiva. A rede social dos atletas propões que a partir de 6 de abril os usuários adotem uma nova rotina diária de atividade física para manter a forma e o alto astral, fazendo exercícios dentro de casa quatro vezes por semana ao longo de quatro semanas.

São oito tipos de atividades consideradas para esse desafio – corrida virtual, crossfit, yoga, pedalada virtual, remo, simulador de escada, treinamento com peso e treino funcional – e os usuários precisam fazer por pelo menos 15 minutos diariamente. O desafio é válido até o dia 3 de maio e quem completar receberá um badge digital exclusivo da designer Laila Rodrigues.

“Estamos passando por uma crise global e manter-se ativo neste momento é muito importante. Por isso estamos propondo um desafio para que as pessoas pratiquem ‘Em casa’ mesmo, evitando riscos maiores para a própria saúde e a de outras pessoas”, afirma Rosana Fortes, country manager do Strava no Brasil.

Acesse o link e entre no desafio: https://www.strava.com/challenges/emcasa#qualifying-activities

No Strava Brasil Club os atletas podem encontrar dicas de especialistas do Strava Team Brazil, além de poder compartilhar suas atividades com a comunidade.

Categorias
Notícias

Maratona do Rio é adiada e anuncia novas datas

Uma das mais tradicionais competições de corrida do país, a Maratona do Rio, foi remarcada para os dias 11 e 12 de outubro. A decisão de adiar a prova – inicialmente agendada para o feriado de Corpus Christi, em junho – segue a orientação do Ministério da Saúde para os eventos durante o período da pandemia do Coronavírus e tem como objetivo preservar, em primeiro lugar, a saúde e o bem-estar de atletas, funcionários, parceiros e da comunidade, bem como antecipar possíveis dificuldades no treinamento que pudessem comprometer a experiência dos inscritos.

A nova data foi escolhida por também se tratar de um feriado nacional. Com isso, corredores que vêm de diversas partes do país e do exterior têm mais tempo para chegar à cidade e se organizar para a competição. A mudança impacta, ainda, a montagem da Casa Maratona, que funcionará entre os dias 9 a 11 de outubro e vai reunir marcas relacionadas ao esporte no Centro de Convenções SulAmérica (Av. Paulo de Frontin 1. Acesso pela Rua Beatriz Larragoiti Lucas. – Cidade Nova). O local será base para a distribuição dos kits dos atletas.

 Os corredores já inscritos, automaticamente foram migrados para as novas datas do evento. Já os que não puderem participar da competição neste ano, poderão solicitar a transferências da inscrição para a edição de 2021 da prova, se assim o desejarem. Para cancelamento e outras dúvidas, os atletas poderão entrar em contato pelo e-mail [email protected]. Em suas redes sociais, a Maratona do Rio conta conteúdos desenvolvidos por especialistas parceiros do evento, que dão dicas de assuntos relacionados ao esporte, como saúde, exercícios e alimentação para quem deseja manter uma rotina saudável de treinos sem sair de casa. Mais informações no site do evento www.maratonadorio.com.br

Categorias
Notícias

Corrida Pernas Solidárias é adiada para 6 de setembro

Prova de rua que tem como objetivo incentivar a inclusão social de pessoas com necessidades especiais, a Corrida Pernas Solidárias também teve a sua data transferida em razão da chegada da Covid-19 a praticamente todos os estados do país e, mais especificamente, após o decreto do governo estadual nº 515, de 17 de março de 2020, que declarou situação de emergência em Santa Catarina. o evento, que estava agendado para 26 de abril, foi reagendado para o dia 6 de setembro. As inscrições continuam abertas e podem ser feitas no site www.number.esp.br.

A organização do evento informa que apenas a data foi alterada. O local e o horário da largada continuam os mesmos – Avenida Hermann August Lepper, 900, em frente ao Fórum de Joinville, às 7 horas. A prova terá percursos de 5k e 10k, além de caminhada e corrida kids para crianças com idade entre quatro anos e 13 anos.

Para Cleiton Luiz Tamazzia, idealizador do Pernas Solidárias, a missão do projeto de inclusão social sempre será levar amor e alegria, por isso é de extrema necessidade a alteração na data. “Visando visando que a maioria dos nossos cadeirantes são pessoas que infelizmente têm a imunidade muito baixa, e em virtude da real situação que estamos vivendo, resolvemos adiar. O mais importante nesse momento é ter prudência e, assim, zelar e preservar pela saúde de todos”, esclarece.

Realização de um sonho

O idealizador do projeto informa que a corrida de rua será a realização de um sonho. “E pensar que tudo começou quando eu resolvi levar o Rodrigo (primo cadeirante) para participar de uma prova. Fico feliz em saber que impactamos tanta gente, que fizemos tantos corredores quererem ser condutores e que, por meio do Pernas Solidárias, levar inclusão social para uma infinidade de pessoas, cidades e estados”, ressalta, dizendo que o sonho foi apenas adiado em alguns dias.

A escolha por Joinville foi pelo fato de o Pernas Solidárias ter nascido na cidade do Norte de Santa Catarina. “Mas aproveito para convidar todos os condutores e cadeirantes do país a estarem conosco neste evento. Aguardamos todos vocês.”

Inscrições abertas

As inscrições para a Corrida Pernas Solidárias estão abertas e podem ser feitas no site www.number.esp.br. Estão disponíveis três possibilidades de kits: kit econômico (chip descartável, número de peito com identificação do participante e medalha pós-prova); o kit gold (camiseta, chip descartável, número de peito com identificação do participante e medalha pós-prova); e o kit Pernas Solidárias (condutor + cadeirante), que será composto por duas camisetas, um chip descartável, dois números do peito e duas medalhas (pós-prova).

Categorias
Notícias

XTERRA: maior circuito de esportes off-road do planeta adia 1ª etapa de 2020 no Brasil

Alinhados ao XTERRA Planet e aos direcionamentos dados pelo Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC), pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e pelos posicionamentos regionais com relação ao Coronavírus (COVID-19), em primeira instância, a etapa XTERRA Costa Verde, que seria no dias 4 e 5 de abril, está sendo adiada para 8 e 9 de agosto de 2020. Essa decisão segue orientações do Ministério de Saúde brasileiro para que todos os eventos com aglomerações de pessoas sejam adiados. As demais etapas do XTERRA Brazil Tour 2020 permanecem mantidas e sem alterações.

“Zelamos muito pela saúde e segurança de toda família XTERRA. E foi isso que, diante do cenário que estamos vivendo, nos motivou a adiar esta etapa. Tenho certeza de que essa ‘nuvem’ passará rápido e que em breve iremos celerar nas trilhas do nosso Brasil novamente”, reforça Bernardo Fonseca, CEO da X3M.

Quem já se inscreveu. O que fazer?

Os atletas inscritos até o momento para a etapa Costa Verde terão, automaticamente, suas inscrições transferidas para a nova data agendada. Para aqueles que por algum motivo não puderem comparecer na data em questão, colocamos à disposição a troca por qualquer outra etapa XTERRA. Para realizar a troca é bem simples! Basta entrar em contato com a equipe de atendimento por e-mail ([email protected]).

Site: http://xterrabrasil.com.br/2020
Facebook: /xterrabrazil
Instagram: @xterrabrazil

Categorias
Notícias

Treino e dicas para a sua primeira Meia Maratona das Cataratas

Já é tradição em Foz do Iguaçu. Durante o primeiro semestre de cada ano, praticantes de corrida de rua intensificam os preparativos para “fazer bonito” na Meia Maratona das Cataratas. O participante pode optar pelo trajeto de 21 km ou de 8 km. A prova é única no mundo, tendo como cenário as Cataratas do Iguaçu e o Parque Nacional do Iguaçu.

A corrida recebe participantes de todas as regiões do Brasil e do exterior, entre eles os chamados atletas de finais de semana. Esses treinam e correm por uma vida mais saudável, para prevenir doenças ou em busca de qualidade de vida e por amor à prática esportiva.  Entre os atletas amadores, sempre há os que participam da prova pela primeira vez. Para eles, é indicado realizar consulta médica para um check up do corpo antes de começar os treinamentos. O profissional da saúde avalia as condições da pessoa e a orienta sobre a intensidade dos exercícios físicos.

Sempre que for possível, é importante procurar um profissional de educação física, principalmente se o corredor estiver saindo da vida sedentária. O educador elabora os melhores treinamentos, o tempo de duração, o intervalo entre um exercício e outro, bem como indica os alongamentos necessários antes dos exercícios.

O personal trainer Rômulo César ressalta que a pessoa não pode “cometer loucuras” no início do treinamento, como querer correr diariamente uma quilometragem diferente. A sugestão é começar alternando caminhada com corrida, três vezes por semana, e então apressar o passo aos poucos.

A pessoa não deve se preocupar apenas com a corrida. Nos dias em que não estiver em treino, deve fazer um fortalecimento muscular na academia, se possível”, frisa Rômulo. “Minha dica: no começo, corra um minuto e ande dois minutos, até se sentir confortável para correr continuamente, sem parar. Isso varia de acordo com o condicionamento físico, e em questão de semanas o corredor já consegue ver diferenças”, aponta.

Tênis certo e alimentação adequada

Para a boa prática da corrida, a escolha do tênis adequado é fundamental. Existem modelos ideais para corridas, com amortecimento e absorção de impacto na pisada. E o mais importante é sentir-se confortável na hora de correr. Também essencial é o acompanhamento de nutricionista, para indicar a alimentação adequada durante treinamentos e corridas, pois isso faz toda a diferença.

Portanto se você nunca correu antes e planeja “desenferrujar” neste ano, na 13ª Meia Maratona das Cataratas, pode começar a se preparar desde já. O ideal para corridas de 8 km é iniciar os treinamentos com até três meses de antecedência. Como a prova será em junho, o corredor está dentro do prazo recomendado.

Meia das Cataratas

A 13ª edição da Meia Maratona das Cataratas é promovida pelo Grupo Cataratas e Parque Nacional do Iguaçu (ICMBio), tem patrocínio da Nissei (celulares e eletrônicos) e promoção da RPC Foz do Iguaçu. A prova integra a programação oficial da unidade de conservação à Semana Mundial do Meio Ambiente.

As inscrições para a Meia Maratona das Cataratas, prova de 21 km, e para o Desafio de 8 km das Cataratas devem ser realizadas no site oficial da corrida (www.meiamaratonadascataratas.com.br). As vagas são limitadas para quatro mil corredores. O período de inscrição será encerrado em 7 de maio ou quando o número limite de vagas para participantes for atingido.

13ª Meia Maratona das Cataratas

Data: 7 de junho de 2020 (domingo)
Local: Parque Nacional do Iguaçu – Foz do Iguaçu
Inscrições e informações: www.meiamaratonadascataratas.com.br

Categorias
Notícias

Por precaução ao risco do Coronavirus, 35º 10 KM Tribuna FM-Unilus é adiado para 15 de novembro

Devido ao risco eminente do aumento de casos do Coronavirus no Brasil, o 35º 10 KM Tribuna FM-Unilus foi adiado para o dia 15 de novembro. A segunda maior corrida de rua do País, que ano passado reuniu 20 mil atletas em Santos, estava marcada para o dia 17 de maio, mas os organizadores decidiram pela mudança pensando nos atletas e na comunidade em geral, uma vez que a prova atrai um grande público também acompanhando o percurso.

“É a decisão mais sensata a se tomar nesse momento. Temos de pensar nos atletas, no público que acompanha o evento, nos patrocinadores envolvidos e na Cidade”, afirmou o diretor-presidente de A Tribuna, Marcos Clemente Santini, explicando que a decisão foi fundamentada, entre outras razões, na declaração emitida pela Organização Mundial de Saúde (OMS), de estado de pandemia, e na orientação das mais diversas autoridades de saúde do País, no sentindo de que as pessoas evitem realizar, nos próximos meses, eventos que reúnam grande número de pessoas.

Por transparência e respeito aos atletas, o Grupo Tribuna, responsável pelo evento, oferece àqueles que já se inscreveram duas opções – receber o dinheiro da inscrição de volta ou manter sua vaga assegurada para a prova no dia 15 de novembro, sem qualquer outro custo adicional. Caso a opção do atleta seja pela devolução do dinheiro da inscrição, o interessado entrar em contato pelo e-mail [email protected] ou pelo telefone (13) 2102.7156 e seguir as instruções.

Categorias
Notícias

10 KM Tribuna FM-Unilus, uma corrida com muita história para contar

São 34 anos de história ininterruptos! Se nessas três décadas um momento tiver de ser destacado como o principal nessa grande trajetória, as opiniões serão diferentes. São várias situações e conquistas a serem lembradas. O crescimento contínuo do público, as vitórias emblemáticas – e não foram poucas – e os grandes nomes presentes.

Uma das maiores corridas do País, a principal na distância 10 km, com certeza, os 10 KM Tribuna FM-Unilus já começa grande para a época e até hoje a prova impressiona, sobretudo pela grande participação popular, tanto nos famosos pelotões, as equipes formadas por academias, clubes, empresas, quanto pelo público assistindo o evento.

Na parte competitiva, a história é repleta de grandes personagens, incluindo os maiores nomes das corridas de rua do País. Ícones como Ronaldo da Costa, Vanderlei Cordeiro de Lima e Marilson Gomes dos Santos garantiram conquistas marcantes. Ronaldinho foi bicampeão antes mesmo de ser o melhor do Mundo nas maratonas, Vanderlei venceu, bateu o recorde, que durou 14 anos, comemorando com o famoso “aviãozinho” e Marilson alcança a marca de seis vitórias.

A prova também é conhecida como a mais rápida do Brasil, por seu percurso totalmente favorável, plano, ao nível do mar, feito em grandes retas e vias largas, e os atletas tendo o incentivo constante dos espectadores. Os recordes falam por si, com incríveis 27 minutos e 22 segundos no masculino e 30min57s, entre as mulheres.

Em 1986, a corrida já começa grande para a época, com 950 inscritos, 600 largando e 447 concluintes. E de lá para cá, foi ganhando força, impulsionado pela divulgação no jornal A Tribuna, rádio Tri FM e depois TV Tribuna e agora o G1 Santos e região, criando um clima de disputa de alto nível e de participação popular. O ápice foi em 2015, com 21 mil participantes.

Nos 34 anos de disputa, foram vários momentos especiais. Em 1992, a prova já tinha 1.322 participantes, um número significativo para a época. O crescimento, sempre de forma planejada para que a estrutura atendesse bem a demanda, foi seguindo. Um passo importante aconteceu em 1993, ao surgir o que se tornou tradição e até hoje é uma das grandes atrações do evento entre os amadores, os famosos pelotões.

Já na elite, todos os grandes atletas brasileiros das corridas de rua não só participaram como fizeram história. Os primeiros campeões foram Cláudio Ribeiro e Rosa Maria Leal. Nas oito edições seguintes, dois nomes se destacaram, com tricampeonatos: Silvio Maia e Leone Justino, com o último triunfo santista na prova, ainda em 1994. Odiles Marçal e Magali Aparecida também fizeram bonito, cada um com dois primeiros lugares.

E foi justamente no último ano que um representante de Santos subiu no lugar mais alto do pódio que a prova começa a ganhar projeção. Vindo de vitória na Maratona de Boston, Luiz Antonio dos Santos “abriu” o caminho para a prova se tornar reconhecida nacionalmente, ao ganhar os 10 KM Tribuna FM em 94. Foi o primeiro atleta a completar a prova abaixo dos 30 minutos, com 29min24s.

 A partir daí os principais atletas passaram a ver a corrida de Santos como um objetivo. Ronaldo da Costa, que já teve a melhor marca em maratonas do Mundo, fatura o bicampeonato nos dois anos seguintes, em 95 e 96, e logo em 97 foi a vez de Vanderlei vencer e mostrar que os melhores haviam descoberto a disputa, ao estabelecer o recorde, com incríveis 28min01s.

Eram os principais corredores do Brasil reconhecendo a organização, o percurso, a qualidade da prova. Essa constatação fica mais evidente com a primeira vitória internacional logo em 98, com a equatoriana Martha Tenório, que já era famosa no Brasil pela vitória na São Silvestre.

No ano seguinte, Martha repetiu o título e o Uruguai Nestor Garcia foi o vencedor, na primeira dobradinha estrangeira em Santos. O ano de 99 também foi marcante, pela estreia do atleta que viria a ser o maior nome da história dessa corrida, Marilson Gomes dos Santos, já mostrando seu potencial logo com o segundo lugar.

AFRICANOS – Na 15ª edição da prova, no ano 2000, os africanos começam a engrandecer ainda mais a trajetória dos 10 KM Tribuna FM-Unilus, com o carismático angolano João Ntyamba abrindo o caminho. Naquele ano o primeiro atleta do Quênia corre a prova, Willian Mysyoke, terminando em sexto lugar.

Em 2001, Leah Kiprono foi a primeira queniana campeã, iniciando uma incrível série de nada menos que 21 primeiros lugares, dez masculinos e 11 femininos. De lá para cá, os africanos já somam 26 vitórias em 68 títulos da corrida. Além de Angola e Quênia, Tanzânia e Uganda, já chegaram ao lugar mais alto do pódio.

Ainda em 2001, a prova chega a 5,5 mil inscritos e continua crescendo. Em 2003, outra decisão importante da organização, o evento passa a ter data fixa, sempre no terceiro domingo de maio, um domingo depois do Dia das Mães, para que atletas possam se programar.

Em 2007, mais uma importante personagem feminina da prova entra de vez para a história. A paraibana Ednalva Lauriano, a Pretinha, chega ao tetracampeonato na elite. Até então, nenhum atleta havia comemorado quatro conquistas na prova.

O HEXA – Já em 2011, Marilson chega ao respeitado hexacampeonato e bate o recorde, com 27min59s. A queniana Eunice Kirwa baixa o seu recorde feminino para 32min07s, com o tricampeonato entre as mulheres. Também foi estabelecido o percurso atual, que se torna ainda mais rápido, com a utilização da Avenida Rangel Pestana, logo após o túnel, passando pela Arena Santos, para chegar à Avenida Ana Costa, com uma reta larga, ao invés de várias curvas e ruas estreitas.

O ano foi de mudanças, com a largada em “ondas” para facilitar o fluxo no início da disputa. O evento passa a ter o patrocínio master do Centro Universitário Lusíada (Unilus), dividindo o nome do evento, que passa a ser chamado 10 KM Tribuna FM-Unilus.

Em 2012, o percurso que já tinha a fama de ser o mais rápido do Brasil ganha projeção mundial com a incrível vitória da queniana Paskalia Kipkoech, estabelecendo o recorde, com incríveis 30min57s. Foi o segundo melhor tempo do mundo naquele ano, segundo registro da Federação Internacional de Atletismo.

Foi também a edição da primeira dobradinha queniana na prova, com Mark Korir sendo o melhor no masculino. A prova segue se estruturando, crescendo e passa a ter a inscrição feita exclusivamente pela internet.

A marca mais rápida também passa para os quenianos em 2013, com a primeira das duas vitórias de Edwin Kipsang Rotich cruzando a linha de chegada em 27min45s. Em 2017, o Brasil volta a brilhar, com a vitória de Tatiele Roberta de Carvalho, depois de uma hegemonia africana de oito anos na prova feminina.

O recorde masculino troca de pés em 2018, segue no Continente Africano, mas vai para Uganda, com Maxwell Kortek Rotich, vencendo com 27min22s. Já entre as mulheres, Paskalia volta a Santos e comemora o bicampeonato, com 32min15s. No ano passado, o Quênia volta a fazer uma dobradinha, depois de quatro anos, com Nicolas Kiptoo Kosgei e Esther Chesang Kakuri.

INSCRIÇÕES – O 35º 10 KM Tribuna FM-Unilus está confirmado para o dia 17 de maio, pelas ruas de Santos, com largada no Centro e chegada na Praia do Gonzaga, com os dois últimos quilômetros numa reta pela orla. As inscrições devem ser feitas exclusivamente pelo site www.atribuna.com.br/eventos/10-km.

A taxa é de R$ 111,00, sendo que além do titular do Clube do Assinante A Tribuna, os idosos (60 anos em diante) pagam metade desse valor. Quem escolher o Pelotão Premium, largando junto com a Elite A masculina, a inscrição é de R$ 398,00. Todos os inscritos ganharão camiseta, sacochila e viseira na retirada do kit, além da medalha de participação, ao completar o percurso.

Mais informações sobre o 35º 10 KM Tribuna FM-Unilus pelo e-mail [email protected].

EVOLUÇÃO DO NÚMERO DE INSCRITOS

2019 – 20.000
2018 – 17.578
2017 – 20.431
2016 – 20.111
2015 – 21.026
2014 – 19.841
2013 – 18.172
2012 – 16.500
2011 – 16.000
2010 – 15.000
2009 – 15.000
2008 – 14.000
2007 – 12.500
2006 – 12.000
2005 – 11.500
2004 – 10.000
2003 – 7.000
2002 – 6.000
2001 – 5.500
2000 – 4.395
1999 – 4.500
1998 – 4.100
1997 – 3.739
1996 – 3.537
1995 – 3.000
1994 – 1.800
1993 – 1.547
1992 – 1.322
1991 – 708
1990 – 400
1989 – 400
1988 – 200
1987 – 400
1986 – 950

Categorias
Notícias

Dia Internacional da Mulher tem corrida de rua exclusiva para elas em Florianópolis

A comemoração do Dia Internacional da Mulher em Florianópolis foi um pouco diferente dos últimos anos – pelo menos para as mais de 1.200 mulheres que participaram da Corrida Mulheres na Pista, evento exclusivo para elas realizado na manhã deste domingo, 8 de março, na Avenida Beira-mar Continental, no Estreito.

A prova, que teve largada às 8 horas, com um dia lindo de sol, coloriu de rosa a principal avenida do Estreito. Com percursos de 8k e 4k de corrida, 4k de kangoo, 3k de caminhada e corrida kids para os pequenos de quatro e 13 anos – eles percorreram entre 50 metros e 300 metros, conforme a idade, o evento caiu no gosto das mulheres e reuniu ainda espectadores especiais: maridos, filhos, amigos e avós para acompanhar centenas de estreias em provas de rua.

“Durante a entrega de kits, percebemos que cerca de 40% das inscritas ainda não havia participado de uma corrida de rua. Ficamos muito felizes por elas terem depositado toda a expectativa de primeira corrida no nosso evento. E temos certeza de que conseguimos entregar uma ótima corrida a todos. A experiência foi muito boa tanto para eles quanto para nós”, considera Carolina Spricigo, uma das jornalistas idealizadora do blog Mulheres na Pista e da corrida.

Estreante no mundo das corridas de rua, Juliana Rocha saiu do Norte da Ilha ainda de madrugada para chegar a tempo da largada. Ela tremia. Largou, correu, chegou, e depois de receber a medalha abraçou a organizadora do evento agradecendo. “Foi inexplicável. Uma experiência incrível. No próximo ano estarei novamente no evento”, ressalta. Assim como ela, as irmãs Juliane Zonta e Grazi Koff escolheram a Corrida Mulheres na Pista para ser o primeiro evento delas. “Tudo lindo. A camiseta, a prova, a corrida, a medalha. Que evento. Certeza de que esta foi só a primeira”, dizem.

A prova também marcou a estreia de Alexandra Zunino, presidente do Laboratório Santa Luzia, patrocinador master do evento, nas corridas. “Participar da prova ativamente me proporcionou sentir a emoção que quem ama corrida sente. Mais do mais uma prova de corrida, a Corrida Mulheres na Pista é sinônimo de tudo aquilo que o Dia Internacional da Mulher expressa: força, superação e emoção.”

Campeãs do evento

A Corrida Mulheres na Pista teve premiação para as cinco primeiras colocadas geral nos 4k e nos 8k de corrida, e nos 4k de kangoo. Também premiou as atletas nas categoria por idade nos 8k. A campeã geral dos 4k foi Thayana Silva Dias, com o tempo de 00:16:37. Ela venceu com folga a segunda colocada, Ariane Andreola (00:17:45). O pódio foi completado com as atletas Maria Augusta Senna (00:18:22), por Andreia Pelegrini (00:18:46) e por Viviane Souza Oliveira da Fonseca (00:19:11).

Nos 8k, as cinco primeiras colocações ficaram com Marjorie Barcelos (00:31:35), seguida por Luana Bernardi Fornari Rheinheimer (00:35:52), por Chay Morais (00:35:57), Adriana Alzira Dias (00:36:27) e Elaine Borges (00:36:41). Todas as atletas que concluíram a prova receberam medalha de participação. Todos os resultados podem ser conferidos no www.km.esp.br.

A Corrida Mulheres na Pista, uma extensão do blog Mulheres na Pista, criado em 2011 pelas jornalistas Carolina Spricigo e Fernanda Gabriella Lüttke com o objetivo de difundir e incentivar a prática de corrida de rua, terá percursos de 4k e 8k de corrida, 4k de kangoo, além de 3k de caminhada e corrida kids para meninas com idade entre quatro anos e 13 anos – elas percorrerão distâncias que variam entre 50 metros e 300 metros, conforme a idade.

Primeira edição em Florianópolis

Esta é a primeira vez que a Corrida Mulheres na Pista ocorre em Florianópolis. O evento nasceu em Joinville e sua primeira edição, em junho de 2019, contou com 1.200 mulheres inscritas. Para as jornalistas Carolina Spricigo e Fernanda Lüttke, o evento foi a realização de um sonho. “Desde a criação do blog pensávamos em ter um evento só para elas, para mostrar que as mulheres podem e devem se dedicar à saúde, ao bem-estar e à prática de atividades físicas. Em Joinville as mulheres amaram a prova e pediram mais, tanto que faremos a segunda edição em junho. Então achamos que estava da hora de fazer um grande evento aqui em Floripa e foi incrível”, ressaltam.

A prova é uma realização do blog Mulheres na Pista, tem o patrocínio master do Laboratório Santa Luzia, do Lâmina Medicina Diagnóstica, da Max Love e organização da Number Esportes.

Prova amiga do meio ambiente

A Corrida Mulheres na Pista, em parceria com a Ecoprotech Engenharia Ambiental e Segurança do Trabalho, empresa que atua em Santa Catarina na área de consultoria ambiental, reciclou os copos descartáveis e destinou adequadamente todo o lixo produzido durante o evento. A intenção foi, além de promover o empoderamento e a diversão das mulheres, conscientizar sobre a necessidade de proteção do meio ambiente.

A Ecoprotech foi fundada em 2017 e desde então trabalha assessorando empresas para que todas as formas de controle estejam ativas e nenhum impacto seja causado no ambiente em decorrência das atividades dos empreendimentos. “Estamos muito felizes por sermos um dos primeiros eventos do Brasil a reciclar os copos descartáveis. A Terra é a nossa casa e nada melhor do que um evento como o nosso para incentivar os cuidados”, ressaltam as jornalistas Carolina e Fernanda.

Na manhã da prova, a Ecoprotech disponibilizou além de lixeiras adequadas para a separação dos lixos descartáveis e orgânicos, orientação às corredoras e ao público que foi assistir à corrida. “Percebemos a dificuldade na disseminação de informações e muitas vezes a falta de condições adequadas para a proteção ambiental. Por isso a parceria com as corridas Mulheres na Pista Floripa e Joinville é importante, porque vai elevar as participantes a um novo padrão de comportamento, trazendo benefícios diretos ao meio ambiente”, ressalta Daniela Fachini, engenheira ambiental fundadora da empresa.

2ª edição em Joinville com inscrições abertas

Agendada para 28 de junho, a segunda edição da Corrida Mulheres na Pista está com inscrições abertas. Até dia 10 de abril, os atletas podem garantir a presença no evento pagando R$ 42,90 o kit sem camiseta e R$ 53,90 o kit com camiseta. As inscrições podem ser feitas no www.mulheresnapista.com.br e no www.number.esp.br. Pelo segundo ano, a Corrida Mulheres na Pista Joinville tem patrocínio master do Laboratório Ghanem Mulher e da Max Love.

Categorias
Notícias

Conhecidos os 30 sorteados da Campanha Veia de Corredor Unilus

Como ocorreu nos anos anteriores, o 35º 10 KM Tribuna FM-Unilus teve início com uma importante ação solidária. Novamente foi realizada a Campanha Veia de Corredor Unilus, que sorteou 30 inscrições gratuitas na corrida para doadores no Banco de Sangue da Santa Casa de Santos, que participaram da iniciativa. Foram dezenas de pessoas colaborando na ação promovida pela Tri FM e Centro Universitário Lusíada (Unilus), unindo o esporte à saúde, mais uma vez.

Dos participantes, 30 foram sorteados (15 homens e 15 mulheres) e já tem lugar garantido na largada da prova no dia 17 de maio, à rua João Pessoa, no Centro de Santos. Acompanhe a lista, pela ordem de sorteio: Kauê Trindade, Karina Karen Santos da Silva, Elvis dos Santos Pereira, Henrique Ferreira João, José Augusto Pereira da Silva, Rodrigo Lazaro da Silva Ornelas, Francielle Bezerra Augusto Pereira, Jorlândio Lioberio de Oliveira Souza, Alfredo Alves Pastore e Celso Oliveira Pimentel.

Também Vanessa Moreira dos Santos Silva, Nilton Celestino dos Santos, Ana Maria Afor de Sá Albano de Oliveira, Júlio Cesar Nesladek Luiz, Alessandra de Oliveira Pavezi, Karla Dielis Fonseca da Silva, Adriana Ferreira, Gabriel de Souza Melo, Edileuza Leandro de Jesus e Nélio Abreu da Silva. E completando a lista: Rosilene Lucas da Silva; Cleia do Carmo Silva, Márcia Regina Fernandes Ortega, Carmen Aparecida Monteiro Desoldi, João Vinicius Desoldi, Ivanildo João de Lima, Jocelma da Silva, Gabriela dos Santos Benevides, Osni Floriano Filho e Maria José Nascimento dos Santos.

Segundo o doutor Edmir Boturão, médico responsável pelo Banco de Sangue da Santa Casa de Santos, a campanha teve o importante papel de colaborar diretamente na divulgação desse importante ato voluntário e solidário. “Toda campanha de captação e de conscientização da importância da doação é fundamental para a manutenção dos estoques do Banco de Sangue, com o objetivo de evitar o desabastecimento”, destaca.

“Portanto, a campanha específica Veia de Corredor nos ajudou a manter o suprimento de hemocomponentes para pacientes tratados na Santa Casa de Santos”, reforçou o médico, lembrando que, no momento, a instituição necessita de doadores de sangue do tipo O negativo.

O Banco de Sangue da Santa Casa de Santos funciona de segunda a sexta-feira, das 7 às 14 horas e sábados, das 7 às 11h. Domingos e feriados não há atendimento. Mais informações sobre doações de sangue diretamente no Banco de Sangue da Santa Casa de Santos, à Avenida Dr. Cláudio Luís da Costa, 50, bairro Jabaquara, pelo telefone (13) 3202.0600 – ramal 1218 ou no link santacasadesantos.org.br/banco-de-sangue.

INSCRIÇÕES – Quem não garantiu vaga no 35º 10 KM Tribuna FM-Unilus pela Campanha Veia de Corredor Unilus e quer participar da prova, deve se inscrever pelo site www.atribuna.com.br/eventos/10-km. A taxa de inscrição é de R$ 111,00, sendo que o titular do Clube do Assinante A Tribuna e idosos (60 anos em diante) pagam metade desse valor. Quem escolher o Pelotão Premium, largando junto com a Elite A masculina, desembolsa R$ 398,00.

Todos os inscritos ganharão camiseta, sacochila e viseira na retirada do kit, além da medalha de participação, ao completar o percurso. Todos os detalhes podem ser conferidos no regulamento disponível no site do evento. Mais informações sobre o 35º 10 KM Tribuna FM-Unilus pelo e-mail [email protected].