Coluna do Mauricio – O mercado da corrida de rua

Nos últimos anos, temos acompanhado o real crescimento do nosso esporte. A corrida de rua deixou de ser um esporte individual, praticado apenas por pessoas que buscavam resultados. A corrida, hoje, em sua maioria, é praticada por pessoas que buscam uma vida saudável, expectativa de vida, conhecer gente, melhorar o humor, entre outros motivos.

Esse comportamento gera diversas oportunidades de mercado. Aí que mora o perigo. Muitas pessoas de má-fé querem se aproveitar deste momento de crescimento do esporte para tirar proveito dos corredores de rua. Os olhos acabam crescendo em tudo o que se pode faturar em cima do esporte. São vários fatores envolvidos, somando-se venda de material esportivo, cotas de patrocínio, corridas dos mais diversos tipos e até agências de viagem especializadas no esporte.

Temos que ficar atentos principalmente nos oportunistas. O mercado está cheio de empresas que não se atualizam e tem o foco em tirar proveito da oportunidade. Temos hoje um público ávido pelo esporte, mas ao mesmo tempo carente de corridas com qualidade e preços que condizem com o que será entregue.

Aos poucos, porém, os atletas têm prestado mais atenção nas falhas e começam a reclamar delas. Não precisa muito para deixar um corredor feliz. O segredo está na qualidade da corrida, ou seja, não ligamos em pagar, mas queremos que o produto entregue seja de qualidade. Boas corridas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.