A culpa é do calendário

Até o mês de outubro, havia participado apenas de 5 corridas no ano. A participação foi aumentando gradativamente à medida que o ano foi passando e minhas lesões sumindo. Até abril, 1 corrida. Até junho, 2 corridas. Depois, 1 em agosto, 1 em setembro e 1 em outubro. Parece um bom número. Poucas corridas, como planejei para o ano, embora o plano não envolvesse lesões. Pelas minhas contas, ainda vou fechar o ano com menos provas que as 12 de 2015.

O que venho contar hoje é que graças ao calendário maluco de corridas do Brasil, vou acabar enfileirando 4 corridas em 4 domingos seguidos. No começo do ano, tinha garantido apenas a Volta da Pampulha, dia 4 de dezembro. Depois, apareceu a Asics Golden Run Brasília, dia 13 de novembro. Até aí tudo bem. 3 semanas entre uma corrida e outra. Haveria tempo para recuperar e ainda treinar legal.

Em junho, o primeiro golpe do calendário: a confirmação da Meia de Florianópolis no dia 20 de novembro. Já começava a complicar a preparação. Depois de uma meia maratona, já teria outra e apenas 2 semanas até a Volta da Pampulha. Bom, não tinha muito o que fazer. As duas meias já foram. Eis que surge uma prova de 5 km de graça na Beira Mar de São José, do lado de casa. Só precisa levar 1 kg de alimento não perecível. Sabem a data? 27 de novembro. Provas assim, de graça, que aparecem do nada, nunca vão fazer parte do planejamento, mas podem perfeitamente entrar na lista.

Resumindo, completei a quadra de corridas seguidas e fiquei com as semanas comprometidas para treinar. Como é fim de ano, talvez nem fosse me dedicar muito, mas com tantas provas, os treinos de meio de semana não existem. São basicamente rodagens. Os treinos do fim de semana viraram provas. Depois da Pampulha não deve aparecer mais nenhuma prova. Com isso, aparentemente, vou fechar o ano com 9 corridas. A pessoa tenta se planejar, mas o calendário não ajudou. Menos mal que 2017 já tem várias provas legais divulgadas. Vou fazer um post sobre isso. Será possível se planejar bem e com antecedência.

3 thoughts on “A culpa é do calendário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.