Jacob Kiplimo quebra o recorde mundial da meia maratona em Lisboa

O ugandense Jacob Kiplimo bateu recorde mundial na Meia Maratona de Lisboa EDP neste domingo (21/11), com o tempo de 57:31. O campeão mundial da meia maratona chegou mais de dois minutos na frente do segundo colocado e foi um segundo mais rápido do que o até então recorde mundial, que o queniano Kibiwott Kandie fez em Valência no ano passado. A etíope Tsehay Gemechu, por sua vez, quebrou o recorde do percurso na corrida feminina, com o tempo de 1:06:06.

Kiplimo, que terminou em terceiro nos 10.000 metros e em quinto nos 5.000 metros nas Olimpíadas de Tóquio este ano, começou a se afastar de seus oponentes depois de apenas três quilômetros e passou os primeiros 5 km em 13:40.

Quando alcançou os 10 km em 27:05 já tinha uma vantagem de cerca de um minuto sobre o pelotão de perseguição e estava dentro do cronograma para quebrar o recorde mundial de Kandie.

Kiplimo percorreu 15 km em 40:27, o tempo mais rápido já registrado para a distância e indicativo de uma chegada abaixo de 57 minutos. Sem competidores próximos para dividir o esforço, o ritmo de Kiplimo caiu ligeiramente na parte final, mas ele conseguiu terminar ainda com o novo recorde mundial, cruzando a linha de chegada em 57:31.

“A um quilômetro do fim, sabia que iria quebrar o recorde mundial”, disse Kiplimo. “Quando estava na reta final e vi o relógio, dei tudo de mim e disse a mim mesmo que precisava correr rápido para chegar à linha de chegada.”

Esa Huseyidin Mohamed da Etiópia terminou em segundo lugar com 59:39, logo à frente do compatriota Gerba Beyata Dibaba, que completou a prova com o mesmo tempo. Os nove primeiros colocados terminaram a meia abaixo de 60 minutos.

A corrida feminina só foi decidida na fase final. Um grupo de oito mulheres passou os 5 km em 15:30, mas apenas cinco delas foram deixadas no pelotão de liderança no momento em que o ponto de verificação de 10 km foi alcançado em 31:03.

Logo depois, Gemechu, Daisy Cherotich e Joyce Chepkemoi se separaram e correram juntas por mais sete quilômetros. Gemechu começou a acelerar o ritmo com cerca de quatro quilômetros para o fim e abriu uma pequena vantagem para a dupla queniana.

Gemechu assegurou a vitória com 1:06:06, tirando 28 segundos do recorde do percurso (1:06:34). Cherotich (1:06:15) e Chepkemoi (1:06:19) terminaram logo atrás.

“Eu tentei (ir atrás do recorde mundial feminino), mas depois do 17º quilômetro me senti um pouco cansada”, disse Gemechu, que terminou em quarto lugar nos 5.000 metros no Campeonato Mundial de 2019 e estabeleceu seu PB de 1:05:08 na meia maratona há dois meses em Copenhagen. “O percurso e as condições eram muito boas. Espero voltar no próximo ano para tentar o recorde mundial novamente”.

Resultados

Mulheres

1 Tsehay Gemechu (ETH) 1:06:06
2 Daisy Cherotich (KEN) 1:06:15
3 Joyce Chepkemoi (KEN) 1:06:19
4 Hiwot Gebrekidan (ETH) 1:08:00
5 Vibian Chepkirui (KEN) 1:08:02
6 Ethlemahu Sintayehu Dessi (ETH) 1:08:16
7 Yitayish Mekonene Agidew (ETH) 1:08:18
8 Jess Piasecki (GBR) 1:09:44
9 Tsige Haileslase Abreha (ETH) 1:10:31
10 Debash Kelali Desta (ETH) 1:11:01

Homens

1 Jacob Kiplimo (UGA) 57:31
2 Esa Huseyidin Mohamed (ETH) 59:39
3 Gerba Beyata Dibaba (ETH) 59:39
4 Hillary Kipkoech (KEN) 59:41
5 Ibrahim Hassan (DJI) 59:41
6 Milkesa Mengesha (ETH) 59:48
7 Antenayehu Dagnachaw (ETH) 59:48
8 Edmond Kipngetich (KEN) 59:49
9 Isaac Kipsang (KEN) 59:52
10 Solomon Berihu Weldeslassie (ETH) 1:00:00

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.