PFC

Kiptum bate recorde mundial da maratona com 2:00:35 em Chicago

Kelvin Kiptum, do Quênia, se tornou o primeiro atleta a quebrar a barreira das 2h01 em uma maratona elegível para recorde, fazendo um tremendo tempo de 2:00:35 e tirando 34 segundos do recorde mundial na Maratona de Chicago neste domingo (8).

Num dia notável para correr, a estrela holandesa Sifan Hassan fez o segundo melhor tempo da maratona feminina da história, correndo para 2:13:44 e vencendo a prova.

Menos de seis meses depois de sua vitória por 2:01:25 na Maratona de Londres, que o tornou o segundo maratonista mais rápido de todos os tempos, Kiptum melhorou mais 50 segundos o seu tempo e superou a marca do recorde mundial de 2:01:09 estabelecido por seu compatriota Eliud Kipchoge em Berlim no ano passado.

Na terceira maratona da sua carreira, que começou com uma estreia em Valência em Dezembro passado, em 2:01:53, Kiptum ainda teve energia suficiente para celebrar o seu desempenho histórico no caminho para a linha de chegada – apontando para a multidão e para a chegada quando se aproximava para cruzar a faixa.

Ele fez 2:00:35, vencendo a corrida por quase três minutos e meio. Benson Kipruto ficou em segundo com 2:04:02 e Bashir Abdi em terceiro com 2:04:32.

Kiptum aumentou o ritmo ao longo da corrida de 42 km. Ele se separou de um grupo de sete líderes depois de chegar aos 5 km em 14:26, acompanhado apenas por seu compatriota Daniel Mateiko, que estava fazendo sua estreia na maratona. Eles estavam no ritmo recorde mundial na passagem dos 10 km, ultrapassados em 28:42, mas o ritmo caiu um pouco a partir desse ponto e chegaram à meia maratona em 1:00:48.

Kiptum estava correndo de touca, mas a tirou quando eles entraram na segunda metade da corrida. Depois de percorridos 30 km em 1:26:31, Kiptum acelerou e deixou Mateiko para trás. Ele correu solto, rápido, como se também tivesse o recorde mundial – não apenas a vitória – em vista.

Uma incrível parcial de 5 km em 13:51 na passagem do km 35, com um total de 1:40:22, deixou Kiptum em um ritmo abaixo de 2h01, 49 segundos à frente de Mateiko.

Continuando a correr em um ritmo muito rápido, ele passou o km 40 em 1:54:23 e acelerou ainda mais, ultrapassando a linha de chegada com os incríveis números de 2:00:35 no relógio.

“Eu sabia que estava vindo para um recorde de percurso, mas um recorde mundial – estou muito feliz”, disse ele. “Um recorde mundial não estava em minha mente hoje, mas eu sabia que um dia seria o recordista mundial”.

Foto: Michael Reaves/Getty Images

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *