PFC

Luísa Giampaoli e Maicon Mancuso vencem 21 km na Maratona de Floripa; prova de 42 km será neste domingo (27)

A Maratona Internacional de Floripa já conhece seus primeiros vencedores. Na manhã deste sábado (26) foi realizada a prova de 21 km da meia maratona da maior corrida de rua de Santa Catarina. Luísa Giampaoli e Maicon Mancuso conquistaram o lugar mais alto do pódio. A atleta gaúcha ainda estabeleceu o novo recorde na categoria feminina. Neste domingo (27) é a vez da prova principal. A partir das 5h30 os atletas largam para o percurso dos 42,2 km da maratona.

Ao todo, o evento soma mais de 15 mil corredores nas corridas em três distâncias. A corrida noturna de 5 km foi realizada na noite de sexta-feira (25), a prova de 21 km na manhã deste sábado (26) e a maratona, com 42 km, será neste domingo (27).

A ação começou ainda na noite de sexta-feira (25). A Beira-Mar Continental sediou a corrida noturna de 5 km. Os vencedores da rápida prova foram Sofia Gelatti, de São José (SC), e José Antônio Machado da Cunha, de Pelotas (RS). Eles completaram a distância em 18m43 e 15m38, respectivamente. Na manhã deste sábado (26) foi a vez da meia maratona, que reúne a maior parte dos atletas inscritos. A largada foi às 5h30, na arena montada na altura do Trapiche da Beira-Mar Norte.

O percurso de 21 km passou por parte da Avenida Beira-Mar Norte e pela Via Expressa Sul, incluindo trecho no Túnel Antonieta de Barros. O primeiro a cruzar a linha de chegada da disputada prova no masculino foi Maicon Mancuso, de Passo Fundo (RS), com o tempo de 1h06m31. Minutos depois, o bom público na arena montada nas proximidades do Trapiche da Beira-Mar Norte vibrou com a nova recordista da meia maratona. Luísa Giampaoli, de Pelotas (RS), superou os 21 km em 1h19m32. A melhor marca até então era de 1h20m34, obtida em 2019 pela atleta Marjorie Barcelos.

“Foi uma grande experiência na segunda prova de 21 km que fiz na vida. Foi uma corrida boa, com ótimo percurso e de alto nível. Fiquei muito feliz com a minha chegada, porque nunca tinha feito uma prova nesta distância com este ritmo. Espero estar presente no ano que vem para defender o título”, disse a nova recordista da prova de 21 km da Maratona Internacional de Floripa.

“O clima ajudou muito, e também a torcida que veio para arena torcer pelos atletas. Ganhar uma prova grande como esta é muito gratificante para quem se dedica ao esporte. Conquistar um feito como esse em uma meia maratona com tantos participantes concretiza o trabalho e faz parte da realização de um sonho. Agradeço a Floripa e também à torcida que veio para a rua apoiar todos os atletas” afirmou Maicon Mancuso, o campeão da prova de 21 km da edição 2023 do evento.

Neste domingo (27) será realizada a prova principal. A largada para os 42,2 km da maratona acontece às 5h30 para os atletas cadeirantes e às 5h40 para a elite e geral. O percurso da Maratona Internacional de Floripa passa pelas pontes de acesso e saída da ilha, tem trecho pela Beira-Mar Continental e a Via Expressa Sul e, ainda, por toda a totalidade da Avenida Beira-Mar Norte.

A prova principal promete muitas disputas. Os campeões da maratona feminina e masculina faturam R$ 8 mil. A Maratona Internacional de Floripa distribui um total de R$ 52,4 mil em dinheiro. É a maior premiação da história do evento.

Na maratona feminina, Janaina Santana, atual recordista, tenta o terceiro título seguido em Floripa. A maratonista do Distrito Federal será desafiada por outra detentora de recorde e que terá apoio da torcida local. Marjorie Barcelos, dona da melhor marca dos 21 km do evento, obtida em 2019, larga na elite da prova feminina, juntamente com Fabrícia Stedille, do Oeste de Santa Catarina. A briga pelo lugar mais alto do pódio na maratona masculina também será acirrada. A prova de domingo (25) vai colocar lado a lado os dois últimos campeões. Adilson Dolberth, vencedor em 2019 e detentor do recorde da prova, terá a companhia de Fabrício “Pancada” Gomes, primeiro colocado na edição passada.

Nos três dias de corridas, sexta (25), sábado (26) e domingo (27), a Maratona Internacional de Floripa reúne mais de 15 mil participantes, com atletas de todos os estados brasileiros, do Distrito Federal e também de países de cinco continentes. Uma das novidades do evento esportivo nesta quinta edição, a Casa da Maratona vai receber público superior aos 35 mil visitantes até o final do evento. O espaço temático, montado no Pátio Milano, no Centro de Florianópolis, sedia a entrega de kits aos atletas inscritos e uma feira com mais de 20 expositores com as novidades do segmento de corridas. Neste sábado (26), último dia da Casa da Maratona, o espaço estará aberto até às 20h.

Resultados de sexta (25) e sábado (26) da Maratona Internacional de Floripa

21 km Geral Feminino

1. Luísa Giampaoli, 1h19m32 (recorde da prova)
2. Raimunda Silva, 1h20m00
3. Noeli Viciton, 1h22m25
4. Janine Rodrigues de Oliveira, 1h22m32
5. Thalya Hillebrant, 1h23m16

21 km Geral Masculino 

1. Maicon Mancuso, 1h06m31
2. Emerson Rosa Oliveira, 1h06m48
3. Edson Emidio, 1h06m58
4. Lucas Alves Andrade, 1h07m17
5. Wilson Alves de Araújo Júnior, 1h07m25

5 km Geral Feminino

1. José Antônio Machado da Cunha, 15m38
2. João Pedro Amorim, 15m48
3. Adailton dos Santos, 16m02
4. Ojanio dos Santos, 16m12
5. Maycon Diego da Rosa, 16m13

5 km Geral Masculino

1. Sofia Gelatti, 18m43
2. Yasmin Nogueira Ferreira, 19m07
3. Chay Morais, 19m34
4. Simone Nascimento, 19m55
5. Wania Aparecida dos Reis Rezende, 23m23

Maior corrida de Santa Catarina

A Maratona Internacional de Floripa é a maior corrida de rua de Santa Catarina não apenas pela extensão da prova principal, com percurso aferido de 42.195 metros. A partir da primeira edição, em 2017, a Maratona Internacional de Floripa tem conquistado cada vez mais adeptos. Na estreia do evento, a participação foi superior aos 6 mil atletas. Ao longo dos anos, o número de inscritos só tem crescido. Em 2018, foram 8,6 mil corredores, e no ano seguinte, a marca ultrapassou a casa dos 10 mil.

Mesmo com a pausa de dois anos devido à pandemia, ganhou em quantidade de corredores a partir de sua retomada. Em 2022, foram cerca de 14 mil inscritos. Neste ano, o número de atletas supera os 15 mil. Além disso, o evento em Florianópolis envolve mais de 450 pessoas nas mais diversas operações na Casa da Maratona e de suporte aos atletas antes, durante e depois das três provas.

A Maratona Internacional de Floripa 2023 tem apoio de Dobro, Pátio Milano, Casan, DaColônia e Granado, conta com o apoio institucional da Prefeitura de Florianópolis, do Governo de Santa Catarina, ATC-SC e Abraceo (Associação dos Organizadores de Corrida de Rua e Esportes Outdoor) e é homologada pela Federação Catarinense de Atletismo. A organização do evento tem a assinatura do Grupo STC.

Todas campeãs e campeões dos 42k da Maratona de Floripa

2022 – Janaína Santana (2:49:34 – recorde) e Fabrício Pancada (2:24:44)

2019 – Janaína Santana (2:56:11) e Adilson Dolberth (2:22:32 – recorde)

2018 – Ana Claudia Rodrigues (2:50:51) e Alessandro dos Santos (2:24:34)

2017  – Ana Claudia Rodrigues (2:57:22) e Alessandro dos Santos (2:34:16)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *