Mais tarde, mais carros

Com as férias, além do descanso, vem a possibilidade de acordar mais tarde, sem despertador. É o que acontece esta semana e vai acontecer na próxima. Acordando a hora que o corpo quer fica melhor de dormir mais. Aumenta a qualidade do sono. Não fica aquela vontade de ficar na cama mais uns minutos. A dor nas costas é a indicação de que está na hora de levantar.

Como tenho corrido pelas ruas da cidade, o único inconveniente que notei é que o movimento está maior às 9 horas. Muitos carros atrapalhando o meu treino. Corro na contramão para ver que o carro não está me vendo. Hoje o treino era mais um intervalado, 6 repetições de 3 minutos. Em 2 delas, tive que desviar dos carros nas esquinas e não consegui correr em linha reta.

Talvez, nas férias, tenha que correr na Beira Mar mesmo. Meio que enjoei dela, mas vai ser menos complicado de correr. Lá os carros não incomodam e tem menos riscos. Até pela situação não muito favorável, gostei dos ritmos do treino de hoje. Correr rápido e tendo que prestar atenção nas ruas exige mais dos sentidos. Os ritmos ficaram em 4:45, 4:38, 4:30, 4:32, 4:47 e 4:32. Até queria ter feito mais rápido, mas foi o que consegui. Quinta-feira tem mais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.