Zerando a máquina

Falei com a Mari na semana passada que em dezembro as corridas tinham terminado. Iria continuar treinando. O que a planilha mandasse fazer, eu faria. A gente segue o que está lá. Falei apenas que dezembro poderia ser mais tranquilo, já que os objetivos mesmo estão todos em 2018.

Pedi que os treinos continuassem nos mesmos dias, mas talvez diminuindo intensidade ou repetições. Enfim, continuar em movimento, só que em ritmo mais confortável. Ela falou que dezembro seria para zerar a máquina. A planilha desta semana seguiu nessa linha. Apenas rodagens, nada de intervalados.

Ontem já fiz 30 minutos e amanhã estão previstos 45 a 50 minutos, mas isso pode variar dependendo da hora que eu acordar e sair de casa logo cedo. O certo é que vou correr apenas, sem muito objetivo. A única meta é manter o ritmo médio abaixo de 6 min/km, mas quero evitar aquele 4:43 de domingo. Não tem necessidade disso neste momento.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.